Aqui começa a minha jornada, no mundo maravilhoso do sentimento de SER "Simplesmente Avó"

Arquivo da tag: Natureza

Pois é, estava faltando você para ir começar a se familiarizar com o interior, a terra natal de sua avó materna e visitar seus bisos, tios e ficar, mesmo que pouco tempo, lá no sítio da vovó e de tia Cadinho. Você ainda não sabe o que significa tudo isso, mas já está mostrando a tendência para apreciar as flores, acho que elas têm a energia “chamativa” para os que são sensíveis à natureza e mesmo quem não é, não passa imune ao fascínio que elas exercem!

Ganhou maiô novo e claro que tinha que inaugurar, nem que fosse numa bacia….kkkkk….e foi isso o que aconteceu. Se deliciou na rede também, todos tem que passar por essa rede 😀

Vamos aos registros!

Na rede da casa da vovó…

Na casa de tia Cadinho, inaugurando meu maiô novo…

Conhecendo alguns membros da família!

Apreciando a natureza e encantada com a flor! ❤

Com tia Cadinho

Estou tão encantada!

 

Anúncios

Todos nós já sabemos que o seu gosto pela natureza é genético (seu pai, avó e biso materno e bisa paterno), mas essa avó coruja aqui se derrete toda quando presencia ou mesmo recebe fotos suas nessas ações. Só sei que amo ver você com esse cuidado e tenho esperança que leve para o resto de sua vida.

Uma historinha: a vovó ganhou umas sementes de um tipo de feijão, que na Bahia se chama andú, dadas por amiga de longe, e levou lá para a roça (Sítio Maria Goreth) e fez questão que você participasse do plantio. Você todo contente plantou e ano seguinte eles cresceram muito. Veio a hora da colheita. Primeira vez, você colheu, mas ainda não eram muitos. Esse ano estavam carregados, então você foi colher com seu pai, os dois debulharam e encheram um saquinho, que foi levado para Salvador, onde foi preparado com todo esmero e você comeu tudinho, dizendo que você estava comendo o feijão que plantou. Porém, não planejei direito na época do plantio e como eles foram plantados dentro do jardim, tomaram o espaço todo, por essa razão a vovó teve que cortar os pés, porém, agora, já tem um lugar específico para plantá-los novamente, das muitas sementes que produziram. Só que você voltou depois disso lá e não sabia, correu direto para onde estavam plantados e ficou meio tristinho pois não os viu lá. Então sua mãe explicou e me parece que você entendeu 🙂

Colhendo…

Ainda colhendo…

E comendo….

Agora vamos jardinar…

Aguando…

Muita água…

Acabou…rsrs

 



%d blogueiros gostam disto: