Aqui começa a minha jornada, no mundo maravilhoso do sentimento de SER "Simplesmente Avó"

Arquivo da categoria: Uncategorized

Sua mamãe tem todas as razões do mundo de ficar orgulhosa de ver o seu progresso intelectual, emocional e físico indo melhor a cada dia. Gratidão ao Senhor da Vida!

Sua avó, do lado de cá, não fica atrás, amo cada conquista e cada aprendizado, ainda mais quando se recebe um boletim escolar igual a esse (boletim??? ahhh…chamo assim, mas é um diário da escola de acompanhamento e avaliação do seu desenvolvimento). Primeiro foi o do primeiro semestre de 2015, que ainda não tem muita coisa, mas o do segundo semestre veio recheiadinho de progressos! Parabéns, meu amor!

relatorio

 

relatorio2

relatorio4

relatorio1

relatorio3


Créditos deste texto ao blog cientista virou mãe

direito das crianças radical

Toda criança tem direito de explorar livremente o ambiente onde vive.

De interagir com o ambiente natural.

De experimentar novas sensações e afetos.

De admirar o mundo.

De ser estimulada a respeitar todas as formas de vida.

De se sentir parte delas.

De sentir cheiro de flor, de água, de riacho, de comida fresquinha, de casa limpa.

Toda criança merece expandir seus horizontes e seu olhar.

Conhecer outras formas de viver e outros hábitos de vida.

Toda criança precisa ser levada em consideração nas tomadas de decisões familiares.

Toda criança merece ser incluída ativamente nos programas da família, não como uma “bagagem” que se carrega secundariamente, mas como parte que influencia a escolha.

Toda criança merece e tem direito de interagir com outras crianças, principalmente com aquelas que vivem de maneira diferente delas próprias, uma vez que isso constrói o respeito e a equidade.

Toda criança merece receber uma educação livre de preconceitos e discriminações de qualquer tipo.

Merece saber que amor não escolhe sexo, cor, classe social, etnia, nacionalidade.

Toda criança merece passar menos tempo em frente à TV e mais tempo junto à natureza.

Toda criança tem direito de saber de onde vêm seus alimentos e de conhecer aqueles que realmente lhe são bons.

Tem direito de saber se aquilo que está sendo oferecido a ela é realmente saudável, é realmente benéfico, fará realmente bem, ou é apenas reflexo do despreparo de quem oferece.

Toda criança merece ter seus medos compreendidos e acolhidos, nunca ridicularizados, nunca menosprezados, nunca ignorados.

Toda criança precisa sentir-se parte do todo, influenciada por ele e o influenciando.

Precisa ser respeitada como ser integral e a ela ser oferecido o que de melhor houver diante das possibilidades de cada contexto.

Todo choro de criança precisa ser acolhido e compreendido, jamais ignorado, jamais minimizado.

Toda criança precisa ser protegida contra todas as formas de alienação.

Ao mesmo tempo em que precisa e merece ser protegida contra todo tipo de violência, a fim de que aprenda que um mundo cordial é possível e que violência é retroalimentada.

Toda criança merece ser protegida contra riscos desnecessários ou situações que representem perigo, qualquer que seja ele.

Toda criança merece não ser medicada por qualquer bobagem. Merece ter sua saúde e integridade física respeitada. Merece viver longe de drogas ativamente oferecidas por seus cuidadores sem que exista real e indiscutível necessidade.

Precisa saber que sempre haverá quem a ajude, quem a proteja, quem lute por ela.

Acima de tudo, toda criança merece ser olhada como uma semente já germinada, porém sedenta daquilo que a fará grande, forte e viçosa, e nutrida com o mais puro amor e disponibilidade.

Nenhuma criança é ônus.

Nenhuma criança é empecilho.

Nenhuma criança é dispendiosa.

Se uma criança assim estiver sendo vista, o problema está em quem assim a vê.

Tudo isso parece demasiadamente óbvio. Mas infelizmente não é. Se assim fosse, não nos depararíamos repetidas vezes com situações que simplesmente ignoram o bem estar da criança, ou o minimizam, ou o preterem em função do mundo adulto e suas pseudonecessidades.

É preciso lembrar repetidas vezes que crianças têm direitos fundamentais que precisam ser respeitados e que vão muito além dos enumerados na Declaração dos Direitos da Criança.

Direitos que passam por mais sensibilidade, por mais acolhimento, por mais afeto, mais entendimento, mais entrega e acesso, mais verdade, mais sinceridade, menos subterfúgios e desculpas as mais variadas.

Crianças não são extensões de seus pais.

Crianças não são propriedades deles.

Crianças não são receptáculos vazios onde inseriremos todo nosso despreparo.

São novos seres.

Que merecem um mundo novo.

Ou uma nova forma de viver neste velho mundo.

Uma forma que valorize o sentido básico da infância, sua essência mais profunda e indivisível, sua raiz primordial.

Uma forma que é, por seu mais profundo significado, radical: que diz respeito a raízes, a princípios, a essências.

Em um mundo de moderações e contemporizações, onde ser complacente com a violência é visto como ser “moderado”, onde aceitar uma palmada, um xingamento, é visto como ser “tolerante” com diferentes formas de cuidado parental, em um mundo como esse, o que as crianças precisam é de um olhar mais radical sobre elas.

Um olhar radicalmente contra a violência. Radicalmente contra a negligência.
Radicalmente contra o abandono.

Um olhar que busque a verdadeira raiz de ser criança.

Se é esse é o seu olhar, saiba que você não está só: a radical que mora em mim saúda a radical que mora em você.

Radical” não é uma ofensa e “ser radical” não é um desvalor.
Embora, em um mundo de “moderados”, as pessoas se esforcem tanto para que pareça ser…
E é sempre bom lembrar: quem não é radicalmente contra a violência à criança é, também, seu cúmplice.


Quem não gostaria de ser como essas “estilosas” senhoras?

Um ponto de vista único sobre moda, na terceira idade…     🙂

VEJAM O VÍDEO


Não estou estou dizendo? a idade vai chegando e a mente não está lá “essa coca-cola” toda! rsrsrsrs… Eu disse, no segundo post, que já tinha algumas coisas escritas, mas procurei e procurei e não achei, então resolvi escrever assim mesmo, com o que lembrava. Mas hoje, procurando um CD (que também havia perdido) encontrei minhas anotações e claro, quero publicar agora, pois elas retratam minhas emoções daqueles momentos. Então vamos lá!

fetal_dev_9_weeks_sml

Isso foi o que tinha escrito antes:

Meu pequeno baby, mesmo antes de você ser anunciado eu já sabia que vinha, cheguei mesmo a sonhar que seria um homenzinho, apesar de já ter comprado há alguns anos, roupinhas para uma baby girl (toda mãe e avó sempre quer primeiro uma menininha para colocar enfeites no cabelo, roupinhas de babados, sapatinhos fofos etc…coisas bobas assim e nós não éramos diferentes..kkk) e hoje senti uma alegria infinita ao ser acordada com a notícia que você JÁ estava vindo…

Já se passaram alguns dias depois que recebi a sua primeira foto, que foi o teste azul e os exames de laboratório e agora você já está batendo o seu coraçãozinho tão forte, que fez vovó chorar…apenas um grãozinho de arroz, mas a beleza da criação de Deus é incomparável com qualquer coisa que o homem possa fazer! Você já mede 7mm e já tem tudo que precisa para se desenvolver…

Hoje 8/2/2013, você agora completou 9 semanas e já tem cerca de 20mm, está quase do tamanho de uma azeitona, pesa menos de 10 gramas, mas está crescendo rápido e sua mãe acordou com os primeiros enjôos, ela que estava reclamando que até agora ainda não estava sentindo nada…humm? Então você ouviu e essa foi sua resposta para dizer-lhe “aqui estou”!

Bem, todas as partes do seu corpo já estão presentes, como braços, pernas, olhos e os órgãos, inclusive os genitais, embora não estejam totalmente formados. A orelha está pronta por fora e, ao final desta semana, também estará formada por dentro. Agora que tem desenvolvida toda a sua estrutura básica do corpinho, você vai começar a ganhar peso e tamanho de maneira incrível.

Um beijo minha azeitoninha..rsrsrs..Te amo!

Vovó

fetaldev_009_00


Vamos às compras tituloCompras (1)

Em 07/01/2013, sua mãe me escreveu assim: “Agora é real kkkkkk Baby com 5 semanas!!!”. Exame de laboratório confirmado. Agora vamos às compras!

Delícia! É uma das coisas que mais gosto de fazer: andar e andar pelos shoppings a procura de boas barganhas!

Então, tratei de me cadastrar em muitos sites de produtos para bebês, e os outlets? não podiam faltar, é claro!

As listas de compras da sua mamãe começaram a chegar, fora a minha e já sabia antecipadamente que as malas iriam lotadas, somente com suas coisinhas. Sua avó precisaria ganhar na loteria, pois tudo de lindo que vê quer comprar (confesso, tenho esse defeito).

As primeiras compras já iriam junto comigo, no mês seguinte, sim pois eu embarcaria para o Brasil no meio de fevereiro/2013, passando um pouco mais de 1 (um) mês por lá para então só retornar quando do seu nascimento.

comprinhas


Começo com alguns meses de atraso, mas vamos lá, tinha alguma coisa escrita já!

Querido, hoje (3/1/2013) foi um dos dias mais felizes da minha vida, quando recebi a notícia que você estava vindo. Logo cedo, pela manhã, fui acordada pelo seu “step grandpa” me chamando de vovó, então pulei da cama ainda confusa, sem saber ao certo a quê ele estava se referindo. Então ele disse: – Vá ler seus e-mails. Mas que depressa liguei o computador e lá estava:  “News” (Grandma and Grandpa, I’m coming. Xoxoxo Baby), com a foto do teste de gravidez de sua mãe!

Um misto de lágrimas e risos…a marca azul estava ali…teste positivo! Só restava aguardar a confirmação, através dos exames de laboratório, mas naquele instante eu não tive dúvidas…você estava mesmo a caminho, reencarnando em mais uma jornada (sim, reencarnando, pois sua avó é espírita e acredita em reencarnação)! Então, roguei ao Criador que te abençoasse e desse forças e sabedoria para vir cumprir a sua missão, com louvor!

Teste de Gravidez Mileza



%d blogueiros gostam disto: