Aqui começa a minha jornada, no mundo maravilhoso do sentimento de SER "Simplesmente Avó"

Arquivo da categoria: Família

Esse foi o tema deste ano: Tempo de Amar, com a representação de amor através das gerações. Desde Adão e Eva, para homenagear as mamães.

Então teve os casais Adão e Eva, Romeu e Julieta, Marco Antonio e Cleópatra, Zumbi dos Palmares e Dandara, Lampião e Maria Bonita, John Lennon e Yoko Ono e finalmente Jorge Amado e Zélia Gattai. Cada sala ficou com a representação de um casal e a sua foi Jorge Amado e Zélia Gattai, onde as meninas eram as Zélias e os meninos os Jorges. No final da apresentação houve a distribuição dos presentes às Mães.

Ficou tudo tão lindo! e em um dos vídeos, tem a voz “embargada” de sua mamãe, cantando, mas “engasgada” de emoção. Me lembrou a época em que os meus filhos eram da sua idade e toda vez eu chorava com qualquer apresentaçãozinha…rsrsrs

Vamos ao registro das fotos e em seguida aos vídeos. Ah, tem também os seus trabalhinhos, com detalheszinho do tema da festa e sua expressão de carinho à mamãe ❤

VÍDEOS

Entrada de todas as turmas: coral

Apresentação

Anúncios

Pois é, numa tarde linda de sábado, em janeiro deste ano, lá foi você para mais uma atividade recreativa e também fotográfica, com seu avô Osvaldo Seixas, seus tios Gabriel Seixas, tio-dindo Marcelo Seixas e tia Nara (Lala, como você a chama) e é claro,  mamãe…só faltou sua avó, que está tão distante nesse momento, mas não faltará oportunidade, vai chegar a minha vez! Ótimo espaço para você brincar com sua patinete, em? Ficou todo suado, mas feliz da vida e ainda mais que tinha um parquinho por lá, no parque da cidade, em Salvador. A fotógrafa foi a Beatriz Argolo, que está a cada dia se superando.

Vamos ver como ficaram as fotos? Eu amei…

Primeiro se divertindo…

Ensaio Fotográfico …


As crianças interagem a maior parte do tempo com os pais, porém, existem outras pessoas que desempenham um importante papel no desenvolvimento global da mesma, como: os professores, a família, os irmãos, os colegas, entre outros.

Para se desenvolver o nível intelectual, emocional e social da criança é necessário que esta tenha uma participação ativa e que interaja com pessoas, objectos e símbolos no ambiente onde se insere.

E a família desempenha um papel de extrema importância no desenvolvimento da criança, uma vez que é através desta que se constroem pessoas adultas com uma determinada auto-estima e onde estas aprendem a enfrentar desafios e a assumir responsabilidades.  Deve-se acarinhar e estimular as crianças no sentido de transformá-las em seres humanos com capacidade para se relacionar competentemente com o seu meio físico e social, assim como para responder às exigências necessárias à sua adaptação ao mundo.

As famílias de hoje carecem de tempo para conviver e para comunicar. Encontrar tempo para ouvir e para falar, significa deixar de lado muitas outras coisas que nos interessam muito, mas que não são tão importantes.

Além dos pais, os restantes membros da família (avô, avó, tios) também têm um papel de extrema importância no desenvolvimento das crianças (contando histórias, participando de atividades etc).

E você Arthur, é muito amado por todos e haja atividades para fazer com você!  🙂 🙂 Já quis ser astronauta, pois é fascinado pelos astros, mas recentemente mudou, agora quer ser cientista. Por conta disso já pediu a seu dindo/tio Marcelo para fazer experiências com você. Ele teve que se virar para buscar no google várias experienciaszinhas com reações químicas, quando você foi passar o dia com ele, que depois também se extendeu à sua tia Lala (Marilia) nos dias em que você vai para a casa dela. Só que lá, por ter mais espaço e interação com outras crianças, você se “esbalda”! Toma banho de mangueira, brinca de patinete, massa de modelar e ainda faz gelatina 🙂 Ahhhh…também tem experiências com a mamãe, que compra os kits de gesso para você brincar com sua imaginação.

 


Destino: Nordeste brasileiro novamente, com muitas expectativas de ver os peixinhos coloridos nas águas das Alagoas ❤

Todo animado e só falava nessa viagem! Finalmente, uns dias para relaxar e curtir com papai e mamãe num lugar lindo, maravilhoso! E lá se foram vocês para Maceió, aproveitar as águas cristalinas daquele paraíso na costa nordestina. O passeio incluiu as belíssimas praias de Ipioca, de Barra de São Miguel e a paradisíaca Paripueira, onde você viu os peixinhos. Bastante frequentada nos finais de semana, Paripueira tem bancos de areia que formam piscinas naturais, acessíveis por lanchas na maré baixa.

Também passearam de catamarã (Lopana) pela orla urbana de Maceió (Pajuçara e Ponta Verde).

Depois seguiram para o nosso paraíso particular: Conde (sítio da vovó) onde passaram Natal e Ano novo, com a companhia das amiguinhas Cecília e Mariana, tia Lala e em seguida chegaram seu dindo Marcelo e tias Nay e Del Carmem. Claro que sua bisa e seu biso também estavam nessas festividades.

Que delícia brincar em contato com a terra, o mar, os animais, exercendo a sua função: “ser criança”

Fotos de Maceió:

Partiu Maceió… rsrsrs

Fotos Do Conde:

Com as plantas da vovó. A primeira é o pé de ipê que plantou há dois anos.

Brincadeira da festinha de natal, com as crianças da roça.

Família e amigos…

Uns artistas… rsrsrs

E esse belo pôr do sol em?

Lindo pôr do sol…

Projeto de pescador ❤

Travessia para a Barra da Siribinha

No sítio da vovó

Com tia Nay e Mamá..

Na grama de tia Cadinho…

 


Já o Dia dos Pais esse ano de 2017 a escola celebrou de uma maneira diferente, inovativa. Levou todos ao Parque da Cidade, em Salvador, para atividades ao ar livre, com atividades participativas e de entrosamento entre pais e filhos. Teve empinamento de pipa, puxamento de corda, corrida de saco e outras coisas mais.

Olha que delícia!


Todos nós já sabemos que o seu gosto pela natureza é genético (seu pai, avó e biso materno e bisa paterno), mas essa avó coruja aqui se derrete toda quando presencia ou mesmo recebe fotos suas nessas ações. Só sei que amo ver você com esse cuidado e tenho esperança que leve para o resto de sua vida.

Uma historinha: a vovó ganhou umas sementes de um tipo de feijão, que na Bahia se chama andú, dadas por amiga de longe, e levou lá para a roça (Sítio Maria Goreth) e fez questão que você participasse do plantio. Você todo contente plantou e ano seguinte eles cresceram muito. Veio a hora da colheita. Primeira vez, você colheu, mas ainda não eram muitos. Esse ano estavam carregados, então você foi colher com seu pai, os dois debulharam e encheram um saquinho, que foi levado para Salvador, onde foi preparado com todo esmero e você comeu tudinho, dizendo que você estava comendo o feijão que plantou. Porém, não planejei direito na época do plantio e como eles foram plantados dentro do jardim, tomaram o espaço todo, por essa razão a vovó teve que cortar os pés, porém, agora, já tem um lugar específico para plantá-los novamente, das muitas sementes que produziram. Só que você voltou depois disso lá e não sabia, correu direto para onde estavam plantados e ficou meio tristinho pois não os viu lá. Então sua mãe explicou e me parece que você entendeu 🙂

Colhendo…

Ainda colhendo…

E comendo….

Agora vamos jardinar…

Aguando…

Muita água…

Acabou…rsrs

 


E o tema da festa na escolinha foi “cruzeiro de emoções”, inspirado nas música de Roberto Carlos, que foi como sempre, uma apresentação teatral na sexta-feira que antecedeu ao dia das mães. Na verdade, as mães entrariam num cruzeiro de Roberto Carlos, réplica no pátio da escola, mas como choveu nesse dia, a apresentação foi transferida para o interior. Cada sala, representou uma música antiga do “Rei”.

No domingo, dia das mães propriamente dito, você levou café da manhã para sua mamãe, com mimos feitos pelo papai.

A coisa mais linda do mundo essas roupas caracterizadas de época…rsrsrs…olha só o charme dessa turminha, toda estilosa!

 



%d blogueiros gostam disto: