Aqui começa a minha jornada, no mundo maravilhoso do sentimento de SER "Simplesmente Avó"

Arquivo da categoria: Emoções

É…foi um ano marcante de coisinhas novas que aprendeu, de experiências em creches, de doencinhas da primeira infância, mas também de muito amor vivenciado por seus pais e parentes. Engatinhou de 9 para 10 meses e adora ficar embaixo das cadeiras.

Você, Helena, está crescendo linda, esperta e um doce de menina. Já sabe piscar os olhinhos, balbuciar as primeiras palavras, juntar as mãozinhas para rezar, identificar os objetos e cantar parabéns! E falando em parabéns, vamos lembrar da sua festinha, para celebrar seu primeiro ano de vida, com seus familiares e alguns amigos (pena que a sua vovó de longe, não pôde estar presente fisicamente, mas em pensamento estive lá), através das fotos a seguir.

O tema foi “A Galinha Pintadinha”, a decoração/arrumação ficou por conta da sua tia Milena, com ajuda da sua tia/dinda Marilia e os doces por conta da sua tia Natália, e você estava muito linda!

 


Aniversário nunca pode passar em branco não é Arthur? E esse ano especialmente quando você se despede de muitos dos seus coleguinhas da escola, porque está indo fazer novos em outra neste próximo ano. Falei com você no dia anterior e me disse todo empolgado que ia ter café na cama!!! Mal podia dormir de tão ansioso, por causa disso, ganhou bônus para dormir com a mamãe e o papai naquela noite. E teve o seu café da manhã, na cama, como queria!

Mas a coisa que me deixou mais emocionada foi quando você me disse na vídeo chamada “vovó, estou com saudade de você, queria que você estivesse aqui para ficar que nem chiclete”…ohhh…quem aguenta?

Agora, além de ganhar a comemoração na escolinha, ainda teve outra na Cabana da Barra, que era para reunir seus amiguinhos num banho de piscina, mas acabou que a previsão do tempo falhou e foi aquela chuvarada. Porém sua mamãe improvisou de última hora, transferiu a arrumação para uma sala dentro do clube e deu sorte de arranjar um animador de plantão, mas como ela é uma grande organizadora de festas contou com um time de apoio fantástico e você amou todas as brincadeiras. O tema foi “Rock” e a decoração estava linda!

Vamos ver como foi?

Vídeo

Fotos na Escolinha

“Sonhe alto meu pequeno”

No Clube Cabana da Barra

Pronto para os parabéns…

 


Quando uma avó vê seu neto pela primeira vez, floresce como pessoa, evolui como ser humano e as emoções se intensificam até alcançar um nível indescritível. Não importa se é seu primeiro ou oitavo neto. Todos são jóias de um lindo colar, tesouros de uma nova geração que são paparicados com muito amor.

Uma das coisas que muitas pessoas podem sentir quando, de repente, chega o primeiro neto é que acabam de entrar no outono das suas vidas. Já sou tão velha como dizem? O simples fato de que meus filhos já têm filhos significa que sou “uma senhora”? De forma alguma.

É comum que se perguntem como delimitar cada espaço em que estão inseridas, e cada responsabilidade que possuem. Elas sabem e entendem que seu papel não é o de “criar” ou de “educar”, esse aspecto já deixaram para trás, são tarefas dos pais. As avós de hoje em dia querem apenas uma coisa: ser esse apoio emocional e essa conselheira disponível, amável e mediadora na vida do recém-nascido.

A máxima aspiração de qualquer avó é ganhar o coração dos netos. Ela deseja ocupar para sempre um pedacinho muito especial do seu interior, quer passar o máximo de tempo possível com eles, mas sabe e entende que sua parcela restante de vida é, obviamente, mais limitada que a de seus netos.

Assim, uma das suas tarefas é a de transmitir uma educação baseada nas emoções, no reconhecimento, na força de um vínculo que deve acompanhar para sempre, seu ou seus netos, que serão os adultos do futuro. A avó vai renascer como o melhor modelo, uma pessoa que inspira, que dá bons conselhos, que permite crescer sem punir, que cultiva a esperança, que é o abraço de todos os dias, a mão que acaricia, o presente dado às escondidas e aquele eterno sorriso de cumplicidade.

Adaptado do Texto de Éres Mamá


Entre muitas noites sem dormir (sim, porque bebê nesse período acorda de hora em hora para mamar e também tem as cólicas e gases – mas nesse quesito você usou muito o colic calm, santo remédio!), fiquei em tempo integral babando minha neta e também dando o apoio necessário para esse período tão delicado.

Você, Ciça para uns, Ceci para outros, está crescendo lindamente e nós só temos é que agradecer a Deus pela dádiva e permissão de tê-la no nosso convívio. Te esperamos há tanto tempo e finalmente você está aqui. Seja bem vinda e seja a luz das nossas vidas! Ainda não consigo acreditar que você veio, parece um sonho e eu fico toda boba!

Sua vovó lavava e passava suas roupinhas, ajudava sua mãe nas noites lonnngassss, quando ela só apenas cochilava, ainda ficava monitorando os remédios dela e com um olho aberto e outro fechado para não esquecer de alguma coisa…rsrsrsrs porque do horário de você comer era impossível esquecer, pois você abria o bocão 😀

Sem contar que quando chorava sem parar lhe pegava no colo e ia dançar e cantar até você dormir.

Seu primeiro mensário chegou e eu estava lá. Então vamos aos registros fotográficos.

Mas chegou a hora da vovó voltar para casa e o coração doia já de saudade e ainda dói, mas é a vida que segue e temos a tecnologia a nosso favor. Voltei uns dias antes de você completar 2 (dois) meses.

 


Toda criança precisa ser estimulada com cores, música, brinquedos para morder. Você sempre teve tudo isso, mas o brinquedo que você mais gosta é um que a tia Laura Mascarenhas lhe deu. Um tapete com vários brinquedos suspensos, que tem até um piano, ótimo agora para a sua nova fase de mocinha: já está sentando.

Importante também que a mãe leia historinhas para a criança desde a tenra idade. O cérebro recebe a informação e vai se desenvolvento cognitivamente. Sons relaxantes na hora de dormir também relaxam de um dia de atividades visuais.

Os pais e os profissionais de educação exercem uma influência ímpar no desenvolvimento da criança. A estimulação nesta fase é feita basicamente com brincadeiras e faz com que a criança aprenda melhor sobre si, o mundo em que a cerca, o espaço em que ela vive, seja na escola ou em casa. Reconhece os seus brinquedos, reconhece diferentes espaços e age conforme suas experiências neste espaço. Este grupo de atividades tonifica os músculos, ajuda o desenvolvimento psicoafetivos social do bebê e sua família.

A educação motora, além de contribuir para o desenvolvimento físico da criança, melhora o equilíbrio, ajuda o desenvolvimento do cérebro e é indispensável para a organização e reorganização do sistema nervoso, segundo os pedagogos. Os brinquedos e atividades relacionadas também incentivam o desenvolvimento de capacidades como a atenção, concentração, imaginação e observação.


Sim, extrauterino, porque seu primeiro foi ainda dentro da barriga da mamãe, como já publiquei aqui.

Mas como não podia deixar de ser quando se tem uma irmã fotógrafa, você também teve o seu ensaio, depois de nascida (newborn), muito lindo por sinal e claro que só conseguimos essa proeza porque vc estava dormindo 🙂

Fotografia by Beatriz Argolo.

Essa foto representa a vitória da VIDA! As 300 picadas do amor…

Anjinho…


Suas coisas todas preparadas com muito carinho por sua mamãe. Enfeites, armário e bercinho e outras coisinhas que todo bebê precisa já estavam lhe esperando para você começar a sua rotina.

Ainda teve uma surpresinha deliciosa de boas vindas, organizada pela turminha de casa. Um coração feito de bolas! Pena que elas começaram a sair do lugar quando entramos, porque abriram a janela logo, mas vovó tentou ajeitar e colocar você no centro para as fotos ❤ 🙂



%d blogueiros gostam disto: