Cheguei ao Brasil para acompanhar e dá apoio a minha filha mais nova, na espera da nossa Cecília. Foram dias ansiosos e sobretudo angustiantes, devido ao fato de ela ser portadora de trombofilia, embora em nível baixo, mas que não deixou de ser preocupante. A cada desconforto dela no final da gestação era sinal de alerta e como o médico já tinha marcado a cesária antes para ter segurança que ela não entraria em trabalho de parto, qualquer sinal era motivo de alarme 🙂 não que não pudesse ter parto normal, mas seria mais complicado, porque teria que ter o médico que a acompanhou à disposição e que já tinha todo o histórico de como proceder, mesmo porque a Heparina (Clexane), injeção que ela tomava todos os dias na barriga, teria que ser interrompida 24 horas antes e como prever a hora certa se fosse esperar o parto natural? Foi mais por questão de segurança. No entanto, a menina Cecília deu sinais que já queria sair! A cesariana estava marcada para dia 17/01, pela manhã, e o médico pediu para ela parar a injeção dia 14, pois os primeiros sinais de contração começaram.. Qual não foi a nossa surpresa, quando à noite do dia 14/01 o tampão foi expelido e tivemos que correr para o hospital, com receio que a criança nascesse de parto natural, sem a presença do médico (que estava de plantão em outro hospital e não conseguíamos falar com ele)!

Ficamos a noite toda no hospital, porque rapidamente ela já estava com 5 cm de dilatação e nada de conseguir contactar o médico. Nossa, que sufuco! Finalmente, por volta das 8;30 horas do dia seguinte, 15/01, conseguimos falar com ele, que foi imediatamente para o hospital e àquela altura ela já estava há 8 horas com o Cloxane suspenso (que é o tempo mínino que o anestesista pediu para poder dá a anestesia). Foram momentos de muita tensão, mas graças a Deus deu tudo certo e a nossa Ceci veio ao mundo às 11:53 horas, com 3.810 quilos, medindo 51 centímetros.

Maternidade

Nascimento

Família

Hora de ir para casa

Me aprontando para ir embora

Pois é, dizem que vermelho é a cor da sorte para os recém-nascidos!