Aqui começa a minha jornada, no mundo maravilhoso do sentimento de SER "Simplesmente Avó"

Arquivo do mês: janeiro 2015

Não adianta somente instalar bloqueadores de tomadas, protetores de maçanetas e portas ou tentar blindar sua casa contra os perigos.

Você precisa, em primeiro lugar pensar como uma criança…olhar à sua volta e visualizar tudo o que ele(a) pode imaginar e desejar fazer. Se eles engatinham, deite no chão e tenha a mesma visão panorâmica da área que eles estão prontos para explorar. Encontre tudo que seja perigoso e que possa atrair a atenção do seu bebê.

Se ele já anda, você deve redobrar a atenção!!! E nunca subestime o seu filho, pois com certeza você pode estar diante de:

1- …um futuro Alpinista porque ele já adora escaladas e quer olhar o mundo do alto;

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Dica:  Com as redes de proteção e portōezinhos, você bloqueia o acesso da criança ao perigo, mas ela precisa ser ensinada e vigiada em todos os lugares.

2- …ou de um Chef de cozinha que adora mexer nas panelas do fogão ou no próprio fogão;

 

criança-mexendo-no-fogão

Dica:  Lugar de criança é longe do fogão …hoje em dia algumas cozinhas ficaram conjugadas com a sala, não existem paredes e portas que as separem. Na hora que for cozinhar, afaste as crianças e depois que terminar coloque bloqueadores nos botões e trava na porta do fogão.

3- …ou de um Químico Farmacêutico que adora manipular pílulas, remédios e produtos químicos;

criança2

Dica:  Infelizmente balas coloridas e remédios são muito parecidos e para os pequenos é tudo a mesma coisa. Coloque os remédios em uma única caixa e longe do alcance deles. Fale com eles que aquilo é muito ruim, explique os resultados e ensine do seu modo como eles podem compreender o que pode acontecer. Só esconder não resolve: precisamos ensinar. Pois eles podem vir a experimentar na casa de outra pessoa por curiosidade.

4- …ou de um Engenheiro ou Arquiteto que adora construir prédios com os brinquedos para pegar algo no alto;

escalando-estante

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Dica:  Se os seus pequenos tem muitos brinquedos grandes que empilhados servem de escada, tire tudo que é de risco e que pode ser alcançado no ambiente onde estão esses brinquedos. Evite que eles levem esses brinquedos para perto de janelas, banheiro, cozinha e todos os lugares da casa que com as genialidades deles possam se tornar perigosos.Você vai precisar analisar a fundo os potenciais banquinhos improvisados e outras ferramentas que o seu pequeno gênio pode inventar.

5- …ou  de um engenheiro elétrico que vai testar  todos os fios e tomadas pela casa e ver para que serve;

acidentes_domesticos_com_criancas620

Dica:  Criança e tomada é uma história muito antiga. Nessa fase eles gostam de colocar e tirar, encaixar e desencaixar. É bom que usem as tampinhas que bloqueiam as tomadas por toda a casa. Mas não se esqueçam de demonstrar à criança que mexer em tomadas faz um “dodói” muito grande. Não se esqueçam que sua casa vai estar protegida, mas as outras casas que vocês visitam não!

6- …ou de um  aspirante a Provador/Degustador  que vai colocar na boca tudo que está ao seu alcance inclusive o cocô do seu cachorro, acredite;

 

Crianca-comendo-inseto

 

criança5

Dica:  Certifique-se de que seu filho não tem acesso a quaisquer solventes ou produtos de limpeza nocivos – sua pia da cozinha pode ter uma verdadeira coleção de líquidos mortais. Ensine seus filhos também, o que significa o simbolo de uma caveira com ossos cruzados em um recipiente. Coloque o número dos telefones do Centro de Intoxicação da sua cidade ou estado, bem visívelis. Muita gente já precisou desse número e salvaram seus filhos.

7-  …ou de um futuro Nadador que desde cedo  já nada no seu berço e pode ficar preso na grade ou sufocado nas cobertas;

 

criança no berço

Dica:  Berço X Cobertas podem ser os vilões da sua casa. Confira as medidas das grades do berço de seu filho, se estão nos padrões. Não coloque nenhum enfeite que possa sufocá-lo.

8- …ou de um Bailarino(a)  que adora dançar mesmo com os cadarços desamarrados dos tênis;

criança8

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Dica:  Acidentes e tombos com cadarços desamarrados dos tênis são frequentes. Mas numa escada rolante são terríveis podendo até causar danos irreversíveis. Prefira usar nos pés das crianças calçados com velcro.

9- …ou de um Cabeleireiro que ao encontrar uma tesourinha faz o seu corte predileto;

SAMSUNG CAMERA PICTURES

Dica:  Ah!…essas famosas tesourinhas sem ponta, parecem tão inofensivas…mas não nas mãos dos nossos criativos filhos. 

10- …ou de um Arremessador de peso que adora atirar seus brinquedos para todos os lados;

bebe-jogando-objetos-ao-chão

Dica:  Tem sempre algumas fases que as crianças adoram chutar e arremessar. Assim que notar essa fase, recolha todos os brinquedos pesados. Quando perceber que eles começaram a entender que arremessar brinquedos  pode machucar, então devolva alguns dos brinquedos. Cuidado, pois nessa fase algumas coisas vão quebrar se você não fizer algo rápido.

11- …ou de um Veterinário  que ama  gatos, cachorros, ou de um  Entomologista que pega em insetos e até baratas;

criança com inseto

 

criança com barata

Dica:  As crianças adoram tudo que anda ou se mexe. Se estão engatinhando, fique atenta com formigas, baratas e todo tipo de inseto que entra em sua casa ou em outras casas que você costuma visitar.  Adoro quando animais interagem com as crianças, mas sempre esteja atenta se o animalzinho está acostumado com elas.

12- …ou então um Desenhista/ Artista  que enquanto faz a sua arte inspiradora na parede acaba colocando no nariz ou ouvidos giz de cera, tampinhas da caneta ou pequenos objetos;

criança16

criança15

Dica:  Geralmente quando você menos imagina eles estão testando ou experimentando sua criatividade e testando os buraquinhos do corpo, colocando lá para dentro tudo aquilo você nem tem idéia. Mostre essa foto e talvez eles possam entender como pode ser dolorido ter que tirar pequenos objetos do nariz.

13- ou se adora olhar para os aquários de peixes, ou um balde d’água da faxina, você pode estar diante de um aspirante a Mergulhador, mas redrobre atenção! As crianças podem se afogar em até mesmo num balde ou bacia com apenas alguns poucos centímetros de água!

acidente com balde Acidentes domésticos - 1

criança e aquario

crianca-acidente

Dica:  As crianças podem cair dentro de um balde e se afogar. Mantenha as crianças longe de baldes mesmo se tiverem pouco liquido.

Não existem quantidades suficientes de objetos ou itens de segurança que substituam a supervisão ou acompanhamento regular e direto de um adulto.

É necessário INSTRUIR, INTERAGIR e ENSINAR.

Ensine sobre a segurança e recompense seu filho pelas escolhas seguras. Logo ele vai associar e observar o que é melhor e mais seguro.

Atualmente vejo crianças e até bebês que sabem ligar e desligar um computador. Por isso sempre soube que conversando e mostrando o que era certo ou errado, ou o que ligava e desligava, ou o que acendia e apagava, ou o que era quente ou frio, eles logo aprendiam. E até hoje ainda descubro quantas coisas nossos pequenos gênios aprontam diante dos nossos olhos.

  • Texto e dicas de autoria da Vovoaki  e imagens: google
Anúncios

Um belo dia, chega a sua madrinha Izolda com esse fantástico presente, que a princípio, você ficou desconfiado, sem querer se adaptar…. a vovó ficou com as costas doídas de dar umas voltinhas lhe puxando pela casa 😀 (psiu, aqui “prá nós”: idade chegando…hahahaha)

arthur presente

arthur presente1

arthur presente2

arthur presente3

arthur presente4

arthur presente5

Diga-se de passagem, o primeiro passeio de verdade foi numa tarde de fim de semana com seus pais, pois essa programação não deu muito certo antes, quando sairam, por causa do tempo instável. Até tentaram, mas a chuva e o vento forte os obrigaram a retornar! Dessa vez, finalmente vocês curtiram bastante! Mas isso só finalmente aconteceu depois que a vovó não estava mais aí. Porém você aproveitou mais, porque já tinha começado a andar…

Eu te amo meu amorzinho, cada vez que escrevo ou publico uma foto sua, meu coração sempre se alegra e eu me sinto pertinho de você!!

 


Estudos indicam que, se o pais não conseguem construir respeito por regras nos primeiros anos de vida (zero a 5 anos), é possível que a criança desenvolva diversos tipos de problemas comportamentais. Uma disciplina que ajude a compreender o que é ou não é aceitável contribui para que a criança desenvolva habilidades sociais, empatia, autocontrole e capacidade de prestar atenção e de planejar suas ações.

dizer não

Disciplina oferecida de forma correta, firme e carinhosa fornece a base para que a criança tenha um desenvolvimento adequado e uma vida adulta saudável, com competência social. É o que afirma o texto abaixo, disponibilizado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), que aborda a importância de dizer “não” aos pequenos. De acordo com os autores, não há uma idade correta para começar a disciplinar uma criança, mas cada etapa do desenvolvimento infantil exige o conhecimento daquilo que a criança pode ou não fazer.

 “Uma criança sem disciplina é uma criança que não se sente amada”. Essa frase dita por uma importante pesquisadora do desenvolvimento infantil resume de uma forma definitiva a importância da disciplina na vida das crianças. Dizer não para as crianças é parte desse processo de disciplina. Isso exige paciência e continuidade. Não podemos imaginar que vamos conseguir oferecer padrões consistentes de disciplina se houver uma grande diversidade de comandos para a mesma situação. A criança sempre vai atender àquele comando que seja o mais agradável para ela, mas quando a situação ocorrer novamente, ela não saberá se aquilo é certo ou errado. Isso é o que nós chamamos de “dupla mensagem”, é quando cada um dos pais ou cuidadores dão ordens diferentes para a mesma situação: um diz que sim, e outro diz que não!

Não existe idade para começar a disciplinar as crianças, porque disciplina não é castigo, e sim ensinamento. Cada etapa do desenvolvimento exige um conhecimento daquilo que a criança pode ou não fazer. Quando um bebê engatinha na direção de uma mesa de vidro, ou para a sacada, ou para a cozinha, e olha para traz buscando o rosto da mãe ou do pai, ela sabe que de lá virá o comando de que aquilo não é permitido.

Dizer “nãos”pode ser uma tarefa difícil para os pais. Muitas vezes eles têm dúvidas e ao restringir os movimentos e atitudes de uma criança pequena não estarão criando um modelo muito restritivo, fazendo com que ela perca sua espontaneidade e criatividade. Na verdade a escolha do que a criança não pode fazer deve ser bem decidida entre os pais, pois a negativa para qualquercoisa sem uma consistência e uma motivação real pode transformar o relacionamento em um modelo inadequado. Os filhos não devem e não podem ter medo dos pais! Esse sentimento provoca afastamento e desconfiança, e leva os filhos muitas vezes a buscar em outras pessoas o modelo correto. O não deve SEMPRE vir acompanhado da tranquilidade e certeza de que aquela negativa não representa falta de amor e afeto. Muitas vezes dizer: “eu gosto muito de você, mas o que você está fazendo está errado e eu reprovo!”, garante para a criança pequena a certeza de que a negação das suas vontades não está vinculada com nenhuma perda de amor dos pais. A segurança e a convicção dos pais gera um sentimento de tranquilidade para a criança, ele sabe que tem alguém no controle. Ao contrário, quando a negativa vem acompanhada de insegurança e culpa, não consegue oferecer a disciplina, além de causar muitas dificuldades no relacionamento dos pais com a criança, e mesmo entre o casal”. (Departamento Científico de Pediatria do Desenvolvimento e Comportamento da SBP).

O folheto a seguir, publicado na Enciclopédia sobre o Desenvolvimento na Primeira Infância, orienta pais, cuidadores e professores sobre atitudes que contribuem para a disciplina da criança. O material sugere algumas formas com que os adultos podem estimular comportamentos positivos, inibir comportamentos indesejados e evitar situações em que a criança perca o controle.

Banner1


Depois de várias tentativas e todos nós ansiosos para ver você andar pela primeira vez, aí vai você e começa a andar na creche, não é Arthur?

Só foi a vovó viajar para você soltar essas perninhas 🙂 🙂

Então, numa tarde, do dia 21 de Novembro de 2014, você andou! E esse momento foi registrado pela auxiliar da creche, que gentilmente mandou o vídeo para sua mãe e, é claro, sua avó editou, acrescentando um outro curtinho que a mamãe registrou…

É claro, que agora (depois de passado mais de um mês desde aquele dia), ninguém mais lhe segura!!!


Deixando registrados todos os belos e inesquecíveis momentos que tive a benção de viver em plenitude durante dois meses e meio de convivência com meu netinho amado e minha abençoada  família, neste finzinho do ano de 2014!

A vida nos cria e proporciona momentos mágicos, provando que há muitas maneiras de encontrarmos o prazer de viver e ser feliz!

E como diz o Paulo Coelho, no seu livro Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei:

“É preciso correr riscos. Só entendemos direito o milagre da vida quando deixamos que o inesperado aconteça.
Todos os dias Deus nos dá – junto com o sol – um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. Todos os dias procuramos fingir que não percebemos este momento, que ele não existe, que hoje é igual à ontem – e será igual à amanhã.
Mas, quem presta atenção ao seu dia, descobre o instante mágico.
Ele pode estar escondido na hora em que enfiamos a chave na porta pela manhã, no instante de silêncio logo após o jantar, nas mil e uma coisas que nos parecem iguais. Este momento existe – um momento em que toda a força das estrelas passa por nós, e nos permite fazer milagres.
A felicidade às vezes é uma bênção – mas geralmente é uma conquista.
O instante mágico do dia nos ajuda a mudar, nos faz ir em busca de nossos sonhos.
Vamos sofrer, vamos ter momentos difíceis, vamos enfrentar muitas desilusões – mas tudo é passageiro, e não deixa marcas. E, no futuro, podemos olhar para trás com orgulho e fé.
Pobre de quem teve medo de correr os riscos. Porque este talvez não se decepcione nunca, nem tenha desilusões, nem sofra como aqueles que têm um sonho a seguir. Mas quando olhar para trás – porque sempre olhamos para trás – vai escutar seu coração dizendo: “o que fizeste com os milagres que Deus semeou por teus dias? O que fizeste com os talentos que teu Mestre te confiou? Enterraste fundo em uma cova, porque tinhas medo de perdê-los. Então, esta é a tua herança: a certeza de que desperdiçaste tua vida”.
Pobre de quem escuta estas palavras. Porque então acreditará em milagres, mas os instantes mágicos da vida já terão passado.”

E aqui compartilho alguns dos muitos momentos mágicos, agradecendo a Deus por todos eles e no aguardo dos vindouros, se assim ELE permitir!

1. MOMENTOS DA CHEGADA: 02/09/2014

IMG_1895

IMG_1900

chegada edit chegada3 edit chegada6 edit

2. MOMENTOS DE FAZENDA

3. MOMENTOS DENGUINHO

IMG_7849

IMG_7857


IMG_7890

 

IMG_2112

IMG_2113

IMG_2265

 

_DSC1061

_DSC1062

 

arthur

 

4. MOMENTOS DE FAMÍLIA

Este slideshow necessita de JavaScript.

 



%d blogueiros gostam disto: