Aqui começa a minha jornada, no mundo maravilhoso do sentimento de SER "Simplesmente Avó"

Arquivo do mês: março 2014

mila

Aguardando a chegada do príncipe…

Abro uma pausa aqui no blog para expressar meus sentimentos em forma de uma pequena homenagem a minha filha: Milena – mãe de Arthur.

Anos se passaram desde que você ainda era a minha bebêzinha prematura, que muitos cuidados e atenção foram dispensados, com idas e vindas ao hospital para lhe dar o leite materno, enquanto você permanecia naquela encubadora. Nos deu também um susto desesperador na hora do nascimento, quando teve uma parada respiratória por alguns minutos, que para você era uma eternidade, pois seu cérebro ficou sem oxigênio durante esse tempo, mas graças ao Pai celestial os médicos conseguiram lhe trazer de volta a vida! No entanto, por um período ficou sendo acompanhada por um neurologista para assegurarmos que nenhuma sequela tinha ficado em decorrência daquela parada. Tudo ficou para trás, você se desenvolveu saudável, peralta e “birrenta”. Vejo em Arthur muitas de suas manias, já desde novinho.

Agora, você gerou e trouxe ao mundo outro ser e é maravilhoso observar o ciclo da vida: ontem você era o meu bebê, hoje você já tem o seu próprio bebê e eu de mãe, passei a ser avó! Todas as minhas funções de mãe parecem que desapareceram, pois os filhos cresceram, tomaram seus rumos e agora cada um tem suas vidas próprias e como diz a expressão “já andam com as próprias pernas”, só me resta rogar a Deus proteção para que sempre sigam o caminho do bem e exercitem os valores morais que lhes foram passados. Também, não poderia ser diferente, essa é a lei natural da vida e como ja disse o grande poeta libanês Kaglil Gibran: “Vossos filhos não são vossos filhos.  São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.Vêm através de vós, mas não de vós. E embora vivam convosco, não vos pertencem.”

Filha, quero lhe falar de toda a minha admiração e orgulho por você ter se tornado essa mãe maravilhosa, cuidadosa e preocupada em se cercar de todas as informações disponíveis para o bem-estar do seu filho! Parabéns pela sua decisão e persistência em amamentar o seu filho exclusivamente no peito durante os 6 (seis) primeiros meses de vida, tendo a sorte da empresa em que trabalha adotar esse benefício de extensão da licença até esse período, assim você pôde atingir seu objetivo da amamentação prolongada.

Confesso que tinha dúvidas que você pudesse desistir, quando o leite demorava em aparecer ou desconforto decorrente das pequenas rachaduras nos mamilos ou pelas noites quase que em claro, no início da sua maternidade, mas você me surpreendeu com seu determinismo, coragem e paciência! Me surpreendeu porque sei da sua natureza um tanto que impaciente e de se frustrar facilmente quando não tem respostas que lhe satisfaçam; argumentativa em algumas horas (uma característica daqueles que estão sempre em busca de algo mais), mas, ao contrário, foi forte e madura em muitas das decisões. Claro, algumas vezes com dúvidas, como todo viajante de primeira viagem, mas essas dúvidas a impulsionavam a pesquisar a melhor resposta. O que me fez aprender também, durante os meses que passamos juntas! Para mim, foi uma experiência nova e gratificante!

Você tem um espírito inovador, empreendedor e uma qualidade materna indispensável: dedicação e sensibilidade para descobrir a necessidade do filho. Como disse na postagem anterior, foi desenvolvida uma espécie de simbiose entre você o seu bebê. E por toda uma vida ele vai carregar isso!

Te amo minha filha, amiga, mãe e mulher!

mae e filho

E ele chegou nos trazendo alegrias…

arthur eu durmo e mamae dorme

Momento magia…dorme mãe e dorme filho!

mae e filho1

Dois em um…lindos!

piscina

Momento relax…

Anúncios

Sei que posso ter me passado em alguns fatos, mas como não escrevo um diário é difícil manter tudo em mente, fresquinho…afinal, a idade está chegando, silenciosamente, me mostrando os sinais dela, aqui e alí!

Soube várias coisinhas, por sua mãe, em nosso bate-papo pelo whatsapp (e viva a tecnologia!!), como por exemplo: você quer ser muito participativo, não pode ver um celular! Na hora de dormir, escolhe até o repertório das músicas que sua mãe canta, se gosta, fica calado e se não gosta resmunga até a mamãe voltar a cantar a outra que gostou, pode? Contando ninguém acredita! No último mês, a gengiva começou a ficar vermelha e você irritadiço, opa! mas agora seu primeiro dentinho começou a aparecer! 🙂 mas quem disse que você já deixou sua mãe tirar uma foto dele? kkkkk

Olha só Arthur, você ganhou o primeiro “carão” sério de sua mãe, pois não parou de dar “xilique” porque queria pegar o laptop! Ai, ai…cheio de “atitude” não pode” 🙂 só um pouquinho tá?

Mamãe também entrou na academia de ginástica e criou o  @dicasparamaes no  Instagram para compartilhar dicas que envolvem o universo materno nas suas experiências diárias.

Você toma banhos de sol diariamente e adora as suas papinhas de frutas e vegetais!

Esse período também teve passeios ao Shopping e mais banho de piscina! Ahhhh…ganhou sua primeira sandália havaiana…que amor!

IMG_5536

Pronto para ir à piscina…

IMG_5546 IMG_5544 IMG_5543

IMG_5508

Lindo da vovó!! Amo…

IMG_5549

Coelhinho da Páscoa do Outback

IMG_5550

Sua primeira havaiana…

 

Mas, finalmente chegou o dia de você ir começar a se adaptar na creche/bercário, pois sua mãe já está voltando ao trabalho. É uma decisão difícil, a separação dos dois depois de 6 meses de simbiose de um com o outro! Mas, faz parte da vida, é um outro ciclo que se inicia! E nós aportamos nesse mundo para vencer as diversas fases de aprendizado e lidar com as limitações, obstáculos e dificuldades do caminho, embora trazendo na bagagem o germém da sabedoria e consciência do bem e do mal, ainda precisamos dos nossos pais a orientação e direcionamento correto para que tenhámos êxito!

Tudo bem com você na visita do mês com a Pediatra, exceto por ter perdido um pouco de peso devidos aos probleminhas dos vômitos que têve com a intolerência (momentâna…acredito!) à banana!

É, já se passaram alguns dias e o período da adaptação lá na creche/bercário já terminou e tudo indica que você está se dando muito bem por lá! Toma mamadeira bem, come o mamão todo coisa que em sua casa não quer, dorme no berço

IMG_5569

Na creche/bercário

IMG_5564 IMG_5563 IMG_5562

A última notícia! Ganhou sua cadeira de alimentação…que chic, em?

IMG_5507 IMG_5515 IMG_5516 IMG_5534

Bolinho do 6º mês, ainda lá no sitio da vovó, no Conde.

 

aniv1 cado1

arthur conde1

Mariana, me dengando lá no Conde… 🙂

arthur conde4

Com titia-avó Cadinho, no Conde

arthur conde2

Comendo papinha…

cado

Com titia-avó Cadinho, lá na varanda do sítio….Olha o tio Jayme lá atrás!!

arthur

IMG_5560

Mamãe pronta para ir trabalhar e você para ir para a creche…

IMG_5503

Essa foto foi sua avó quem pediu a sua mãe, para tirar uma quando você estivesse também chorando, pois não só de risos é feito o nosso dia-a-dia, apesar de você ter mais momentos risonhos e felizes, graças a Deus!

 

 


Primeiro vamos ao seu bolinho de praxe e depois as novidades do mês:

Em 03 de fevereiro de 2014:

bolo

Que bolo lindo! tricolor…rsrsrs

IMG_5001

niver3

niver1 IMG_5008

IMG_5009

niver4

Parabéns, prá você!

niver2

Com tia Ligia!

Neste mês você completou 5 meses e entre outras coisas para fazer, já está com presença marcada para irem passar o carnaval no Conde. Seus pais, tia Nara, tio Jayme, tio Luciano e tia Jaqueline, além de tia-avó Cadinho e tio Camura!

Os eventos sociais da vez foram o aniversário da amiguinha Helena e o mensário (aniversário de mês) da amiguinha Izabela. Ah, lá pelo finalzinho do mês você foi introduzido à sua nova alimentação: suas primeiras papinhas foram de frutas, iniciando pela banana  depois vieram a pêra, mamão e a maçã, com sucos de laranja-lima e água de côco. Você adorou a banana, que foi a sua fruta preferida entre as outras opções, ficava guloso e chegou a comer uma banana completa e ainda queria mais, acho que puxou o gosto da sua avó e bisa (as duas são fanáticas por banana…sua mãe também gosta!), mas infelizmente sua mãe diz que você ficou com intolerância à essa fruta, porque começou a vomitar as vezes posteriores que a comia…vamos ver! mais tarde voltaremos ao assunto para provar se isso é mesmo verdade! 😀

arthur e iza

Com tia Marta e a minha amiguinha Izabela

arthur e iza2

Olha aí como você está se soltando!! rsrsrsr…a amiguinha parece assustada, ela deve estar pensando: “mamãe, ele está segurando minha mão, mas eu ainda não o conheço direito”.

arthur e iza3

Muito lindos! você e Izabela…

page5

Festinha à fantasia da amiguinha Helena.

Ia esquecendo, mais eventos na sua agenda: você foi com seus pais a um churrasco feito pela turma da empresa onde sua mãe trabalha e não estava programado para você tomar banho de piscina, mas acabou entrando na água com seu pai…e com o calorão que está fazendo em Salvador, você amou, é claro! De outra vez, foi ao outlet, imagina! Mamãe adora umas compras e também é bom sair de casa para se distrair..quem não gosta?

arthur aniversario

Amigas da mamãe, lá da empresa onde ela trabalha…

arthur bv

E vocês cairam na piscina…

arthur na bv

Que farra, em?

outlet

No Outlet Premium de Salvador…

IMG_5065

IMG_5064

no outlet

IMG_5299

Tomando banho em cima da mesa, dentro do patinho, lá no Conde.

IMG_5298

Oba!! banhinho gostoso….

arthur rio pedras3

Novamente lá no rio de pedras, Conde.

arthur rio pedras4

Muito gostoso esse rio…mas a água é tão gelada!!

roça

todo esparramado, lá no sítio da vovó…

page

Comendo sua primeira papinha de banana…

page1

gostoso, mamãe!!! essa redinha além de lhe dá a sua frutinha para comer ainda massageia sua gengiva…

page2

momentos de relax…

IMG_5275

Bisa lhe fazendo um chameguinho… 🙂

arthur e eliane

Visitando tia Eliane Caldeira

arthur

Preparando para dormir…

arthur e bal

Olha que quadro lindo! Momento de soneca com papai…

page4IMG_5163brincar

ame e filho

Momento ternura com mamãe..

arthur com línguaarthur atitudearthur agua de côco1

E agora chegou a vez do carnaval!!! Mas não se divertiram muito, pois chovia bastante lá no Conde. Mesmo assim, foram dar um giro pela cidade para você exibir a sua fantasia de superman 🙂 😀

IMG_5297

Uma visitinha à Vila do Conde, para comer acarajé (os adultos, é claro!) 🙂

superman

superman com a capa solta ao vento….

carnaval8carnaval7carnaval6

carnaval5

carnaval4

nara1


03 de janeiro de 2014! Você completa quatro meses. Como está crescendo….cada dia mais risonho!

Vamos ver suas atividades desse mês? Para iniciar, bolinho mensal,  de comemoração! 🙂

arthur aniversario

arthur20

Olha que carinha mais gostosinha!!

arthur 4 meses

E a Bisa está em quase todas (que benção ela pode lhe curtir!) 🙂

ARTHUR

Com papai…

arthur23

e com mamãe…

arthur25

Com tia Nara…

arthur27

Com tio Camura…

arthur28

Neste mês, mais aniversário na sua agenda social, foi também visitar tia Nara e voltou ao Conde para curtir mais um pouco com seus pais, aproveitando que sua tia-avó Cadinho estava por lá!

arthur no aniversario1

Sua mãe disse que você adorou o espaço do aniversário que foi, pois era numa área verde e você olhava encantado para as árvores, os passarinhos, prestando atenção em tudo…

milena e arthur

IMG_4921

IMG_4915

Que redinha boa!!

IMG_4917

No colinho da mamãe!

IMG_4911

Com tia Nay…

IMG_4910

Fotos diversas de suas lindas risadas e momentos de intimidade familiar…rsrsrs 🙂

colage

IMG_4741 IMG_4747 IMG_4758 IMG_4797

IMG_4817

IMG_4821

Projeto CineMaterna, em Salvador…O CineMaterna organiza sessões especiais de cinema para mães com bebês de até 18 meses. Papais e acompanhantes são sempre bem-vindos. Os filmes exibidos em geral são de temática adulta – portanto, entretenimento para mães e pais, mas em ambiente especialmente preparado para os bebês

IMG_4818

Todo pronto para sair….rsrsrs

IMG_4889 edit

Momento soninho…

IMG_4873

IMG_4894 edit

IMG_4905 edit

E domingo é dia de banho de chuveiro!!!

IMG_4898 IMG_4907 edit

IMG_4909

IMG_4895 edit

arthur3

arthurr

Brincando com seu ursinho que veio da Finlândia, presente da tia Zezé, e ele foi batizado com o nome dela 🙂

arthur12

Todo grudado com seu chocalho…rsrsrs..”daqui não saio, daqui me tira”…

arthur e os pés

Brincando com os pés…momento fofo!!

Novamente no Conde, dessa vez você foi ao Rio de Pedras, à Cachoeirinha e ao Recanto do Sossego, além é claro, de se embalançar nas redes lá do Sítio da vovó e apreciar as flores do jardim e o cantar dos passarinhos, pois sua tia Nara e tia-avó Cadinho assim que você acordava, bem cedo, lhe pegavam e levavam para o lado de fora e você adorava!

IMG_4712

Na rede da varanda do Sítio da vovó…

ARTHURs3

arthur rio de pedras

No Rio de Pedras….

arthur14

Na Cachoeirinha, com papai…

IMG_4709

Com a mamãe, na Cachoeirinha…

arthur17

Com tia Nara, na Cachoeirinha…

arthur15 arthur16 arthur13

arthur21

Ai papai! essa água está muito fria!!! não gostei… 🙂

arthur22

arthur18

No meu barquinho, estou adorando!!

arthur conde3

No Recanto do Sossego…


Esse post está recheado de fotos, a maioria tiradas quando eu ainda estava com vocês. Fomos ao Shopping Barra duas vezes. A primeira para você inaugurar sua primeira saída no universo das compras, que tanto sua mãe quanto sua avó são fãs! 🙂

_DSC1057

Diversão no Shopping Barra!!

_DSC1060

_DSC1062

_DSC1068

_DSC1075

IMG_4455

IMG_4460

Você já foi a dois aniversários esse mês, primeiro foi do amiguinho Isaac (falei no post anterior) e em seguida foi a vez do da prima Marina…começou bem na sua vida social!

IMG_4539

Indo para o aniversário da prima Marina!

DSC00573

arthur mosaico

arthur aniversario

arthur anivers

Bem, sua avó já estava de viagem marcada para o dia 16 de dezembro. Apesar das alegrias e da felicidade de estar com vocês, tive um período difícil e triste também. No final de novembro, seu tio Duda (irmão de sua avó) sofreu um acidente e ficou entre a vida e a morte por uns dias na UTI do Hospital Geral de Salvador, foram dias de angústias e de visitas constantes ao hospital, mas graças ao nosso Deus misericordioso, ele saiu do coma, passou a se recuperar lentamente, até que recebeu alta e foi para o Conde. Eu tive que transferi a minha passagem, que estava marcada para o dia 03, para o dia 16, depois da melhora dele. Deus foi tão bom que livrou ele de ter uma permanência longa no hospital.

IMG_4574

Olhe a arte que seu pai fez na sua cabeça..hahaha…e parece que você está gostando, não é?

DSC00457 Arthur dezembro

IMG_4698

ganhou uma sunguinha em? aliás, duas! Presentes de sua tia Nara e tia Eliane..

arthur

Segunda visita ao Shopping Barra, dessa vez para tirar fotos com Papel Noel 🙂

DSC00417

Com Papail Noel….hahaha

arthur colage

E a família toda junta 🙂

meu primeiro natal meu primeiro natal1

Então nos reunimos num restaurante para a despedida da sua avó. E é claro, que você foi também…Estavam lá, seus tios Marcelo, Nay, Nara, seus pais e sua Bisa.

IMG_4594

Almoço na despedida da vovó..

IMG_4593

E finalmente chegou o dia da minha viagem, seu pai foi me levar ao aeroporto. Com o coração apertado já morrendo de saudades de você!

Mas dezembro também foi o mês de sua primeira viagem. Oba!! seus pais lhe levaram para passar uns dias no Sítio da vovó, no Conde. E lá se foi você todo contente! Vocês só iriam voltar pelo Natal!

IMG_4602

Todo pronto para viajar…

IMG_4603

posando para foto…rsrsrs

IMG_4701

Com tia Nay, no dia de Natal…

IMG_4666

Porta-retrato que foi muito disputado como presente de amigo oculto, no Natal!!

IMG_4659

sua “beca” de Natal…


Créditos deste texto ao blog cientista virou mãe

direito das crianças radical

Toda criança tem direito de explorar livremente o ambiente onde vive.

De interagir com o ambiente natural.

De experimentar novas sensações e afetos.

De admirar o mundo.

De ser estimulada a respeitar todas as formas de vida.

De se sentir parte delas.

De sentir cheiro de flor, de água, de riacho, de comida fresquinha, de casa limpa.

Toda criança merece expandir seus horizontes e seu olhar.

Conhecer outras formas de viver e outros hábitos de vida.

Toda criança precisa ser levada em consideração nas tomadas de decisões familiares.

Toda criança merece ser incluída ativamente nos programas da família, não como uma “bagagem” que se carrega secundariamente, mas como parte que influencia a escolha.

Toda criança merece e tem direito de interagir com outras crianças, principalmente com aquelas que vivem de maneira diferente delas próprias, uma vez que isso constrói o respeito e a equidade.

Toda criança merece receber uma educação livre de preconceitos e discriminações de qualquer tipo.

Merece saber que amor não escolhe sexo, cor, classe social, etnia, nacionalidade.

Toda criança merece passar menos tempo em frente à TV e mais tempo junto à natureza.

Toda criança tem direito de saber de onde vêm seus alimentos e de conhecer aqueles que realmente lhe são bons.

Tem direito de saber se aquilo que está sendo oferecido a ela é realmente saudável, é realmente benéfico, fará realmente bem, ou é apenas reflexo do despreparo de quem oferece.

Toda criança merece ter seus medos compreendidos e acolhidos, nunca ridicularizados, nunca menosprezados, nunca ignorados.

Toda criança precisa sentir-se parte do todo, influenciada por ele e o influenciando.

Precisa ser respeitada como ser integral e a ela ser oferecido o que de melhor houver diante das possibilidades de cada contexto.

Todo choro de criança precisa ser acolhido e compreendido, jamais ignorado, jamais minimizado.

Toda criança precisa ser protegida contra todas as formas de alienação.

Ao mesmo tempo em que precisa e merece ser protegida contra todo tipo de violência, a fim de que aprenda que um mundo cordial é possível e que violência é retroalimentada.

Toda criança merece ser protegida contra riscos desnecessários ou situações que representem perigo, qualquer que seja ele.

Toda criança merece não ser medicada por qualquer bobagem. Merece ter sua saúde e integridade física respeitada. Merece viver longe de drogas ativamente oferecidas por seus cuidadores sem que exista real e indiscutível necessidade.

Precisa saber que sempre haverá quem a ajude, quem a proteja, quem lute por ela.

Acima de tudo, toda criança merece ser olhada como uma semente já germinada, porém sedenta daquilo que a fará grande, forte e viçosa, e nutrida com o mais puro amor e disponibilidade.

Nenhuma criança é ônus.

Nenhuma criança é empecilho.

Nenhuma criança é dispendiosa.

Se uma criança assim estiver sendo vista, o problema está em quem assim a vê.

Tudo isso parece demasiadamente óbvio. Mas infelizmente não é. Se assim fosse, não nos depararíamos repetidas vezes com situações que simplesmente ignoram o bem estar da criança, ou o minimizam, ou o preterem em função do mundo adulto e suas pseudonecessidades.

É preciso lembrar repetidas vezes que crianças têm direitos fundamentais que precisam ser respeitados e que vão muito além dos enumerados na Declaração dos Direitos da Criança.

Direitos que passam por mais sensibilidade, por mais acolhimento, por mais afeto, mais entendimento, mais entrega e acesso, mais verdade, mais sinceridade, menos subterfúgios e desculpas as mais variadas.

Crianças não são extensões de seus pais.

Crianças não são propriedades deles.

Crianças não são receptáculos vazios onde inseriremos todo nosso despreparo.

São novos seres.

Que merecem um mundo novo.

Ou uma nova forma de viver neste velho mundo.

Uma forma que valorize o sentido básico da infância, sua essência mais profunda e indivisível, sua raiz primordial.

Uma forma que é, por seu mais profundo significado, radical: que diz respeito a raízes, a princípios, a essências.

Em um mundo de moderações e contemporizações, onde ser complacente com a violência é visto como ser “moderado”, onde aceitar uma palmada, um xingamento, é visto como ser “tolerante” com diferentes formas de cuidado parental, em um mundo como esse, o que as crianças precisam é de um olhar mais radical sobre elas.

Um olhar radicalmente contra a violência. Radicalmente contra a negligência.
Radicalmente contra o abandono.

Um olhar que busque a verdadeira raiz de ser criança.

Se é esse é o seu olhar, saiba que você não está só: a radical que mora em mim saúda a radical que mora em você.

Radical” não é uma ofensa e “ser radical” não é um desvalor.
Embora, em um mundo de “moderados”, as pessoas se esforcem tanto para que pareça ser…
E é sempre bom lembrar: quem não é radicalmente contra a violência à criança é, também, seu cúmplice.


sabedoria de avo

Quando eu for bem velhinha, espero receber a graça de, num dia de domingo, me sentar na poltrona da biblioteca e, bebendo um cálice de Porto, dizer a minha neta:

-Querida, venha cá.

Feche a porta com cuidado e sente-se aqui ao meu lado.

Tenho umas coisas pra te contar.

E assim, dizer apontando o indicador para o alto: – O nome disso não é conselho, isso se chama colaboração!

Eu vivi, ensinei, aprendi, caí, levantei e cheguei a algumas conclusões.

E agora, do alto dos meus 82 anos, com os ossos frágeis a pele mole e os cabelos brancos, minha alma é o que me resta saudável e forte.

Por isso, vou colocar mais ou menos assim:

É preciso coragem para ser feliz. Seja valente.

Siga sempre seu coração.

Para onde ele for, seu sangue, suas veias e seus olhos também irão.

Satisfaça seus desejos.

Esse é seu direito e obrigação.

Entenda que o tempo é um paciente professor que irá te fazer crescer, mas escolha entre ser uma grande menina ou uma menina grande, vai depender só de você.

Tenha poucos e bons amigos. Tenha filhos. Tenha um jardim.

Aproveite sua casa, mas vá a Fernando de Noronha, a Barcelona e a Austrália.

Cuide bem dos seus dentes.

Experimente, mude, corte os cabelos. Ame. Ame pra valer, mesmo que ele seja o carteiro.

Não corra o risco de envelhecer dizendo “ah, se eu tivesse feito”…

Vai que o carteiro ganha na loteria – tudo é possível, e o futuro é imprevisível.

Tenha uma vida rica de vida! Viva romances de cinema, contos de fada e casos de novela.

Faça sexo, mas não sinta vergonha de preferir fazer amor.

E tome conta sempre da sua reputação, ela é um bem inestimável.

Porque sim, as pessoas comentam, reparam, e se você der chance elas inventam também detalhes desnecessários.

Se for se casar, faça por amor.

Não faça por segurança, carinho ou status.

A sabedoria convencional recomenda que você se case com alguém parecido com você, mas isso pode ser um saco!

Prefira a recomendação da natureza, que com a justificativa de aperfeiçoar os genes na reprodução, sugere que você procure alguém diferente de você.

Mas para ter sucesso nessa questão, acredite no olfato e desconfie da visão.

É o seu nariz quem diz a verdade quando o assunto é paixão.

Faça do fogão, do pente, da caneta, do papel e do armário, seus instrumentos de criação.

Leia. Pinte, desenhe, escreva. E por favor, dance, dance, dance até o fim, se não por você, o faça por mim.

Compreenda seus pais.

Eles te amam para além da sua imaginação, sempre fizeram o melhor que puderam, e sempre farão.

Não cultive as mágoas – porque se tem uma coisa que eu aprendi nessa vida é que um único pontinho preto num oceano branco deixa tudo cinza.

Era só isso minha querida.

Agora é a sua vez.

Por favor, encha mais uma vez minha taça e me conte: como vai você?



%d blogueiros gostam disto: